BRB aprova novo concurso para 150 vagas de nível médio com salários de R$ 3,7 mil

0
34
BRB aprova novo concurso

Expectativa é que o edital seja publicado até julho deste ano. Mais 150 vagas serão ofertadas para formação de cadastro reserva

O BRB (Banco de Brasília) aprovou nesta terça-feira, 24 de maio de 2022, a realização de um novo concurso público.

Este é o quinto concurso realizado pela instituição em um período de três anos. De acordo com informações da Assessoria de Comunicação do BRB, o banco cresceu em importância e tamanho, por isso, a necessidade de um novo certame.

“O BRB cresceu em tamanho e importância, e isso reforça a necessidade e o nosso compromisso com as pessoas, um dos pilares da nossa gestão”, afirma o presidente do banco, Paulo Henrique Costa. “Estamos felizes em anunciar mais 150 vagas para reforçar o time”, concluiu.

Vagas e salários BRB

Ao todo serão oferecidas 300 vagas para o cargo de escriturário, conhecido como cargo porta de entrada para a carreira bancária.

Desse total, 150 serão para contratação imediata e outras 150 vagas para formação de cadastro reserva.

As vagas são para ambos os sexos e contemplam candidatos com nível médio completo.

Entre as atribuições do cargo de escriturário bancário estão o atendimento ao público, preenchimento de formulários e arquivo de documentos.

O salário previsto para o cargo de escriturário bancário é de R$ 3.764,66 para uma jornada de trabalho de 30 horas semanais.

Além da remuneração mensal, os aprovados no concurso público ainda tem direito a:

Participação nos lucros e nos resultados, de acordo com os termos da legislação pertinente e do Acordo Coletivo vigente;
Possibilidade de participação em Plano de Saúde e em Plano de Previdência Complementar;
Auxílio Refeição/Alimentação nos termos da legislação e do Acordo Coletivo vigentes;
Auxílio Cesta/Alimentação nos termos da legislação e do Acordo Coletivo vigentes.

Sobre o BRB

O Banco de Brasília S.A., popularmente conhecido como BRB, é uma sociedade de economia mista, cujo acionista majoritário é o Governo do Distrito Federal, com 96,85% das ações.

O banco foi criado no dia 10 de dezembro de 1964, sob a Lei Federal nº 4.545, obtendo licença para funcionar somente em 1966 pelo Banco Central do Brasil.

Na época, o objetivo era criar uma instituição financeira regional que oferecesse a possibilidade de captação de recursos necessários para o desenvolvimento da região.

Foi apenas em 1991 que o BRB ganhou status de banco múltiplo oferecendo aos clientes opções de carteiras comercial, câmbio, desenvolvimento e imobiliária.

Atualmente, o BRB possui 3.280 funcionários em seu quadro de servidores. O banco conta também com o apoio de 450 estagiários, 120 aprendizes e 705 terceirizados, gerando mais de 4.500 postos de trabalho.

Apesar de ser um banco regional do Distrito Federal, o BRB atende outras cidades em diferentes estados, como Campo Grande, Cuiabá, Goiânia, Rio de Janeiro, São Paulo; uma em Unaí e dez no interior do Estado de Goiás.

Hoje o banco conta com 585 terminais de autoatendimento próprios, além de 45 mil terminais de autoatendimento distribuídos por todo Brasil por meio da rede do Banco do Brasil e TECBAN.