Polícia Militar do Tocantins adia provas de Concursos Públicos com 1 mil vagas

Diante do agravamento da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), avaliações serão realizadas em outra data

A Polícia Militar do Tocantins, por meio do Quartel do Comando-Geral, divulgou três comunicados referentes aos editais de Concursos Públicos que juntos ofertam 1.000 vagas para o ingresso no Curso de Formação de Praças Especialistas (CFPE) do Quadro de Praças Especialistas (QPE), no Curso de Formação de Praças (CFP) do Quadro de Praças Policiais Militares (QPPM), e no Curso de Formação de Praças (CFP) do Quadro de Praças de Saúde (QPS).

Conforme os documentos (retificações I – adiamento de provas), diante do agravamento da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), as provas objetivas e redações, previstas para serem aplicadas no dia 14 de março de 2021, foram adiadas para o dia 4 de abril de 2021, conforme pode ser consultado na íntegra em nosso site por meio das retificações publicadas.

Oportunidades

Os três Concursos Públicos vêm atender à demanda de reposição do efetivo da Polícia Militar após a anulação do certame realizado em 2018, além de atender às novas demandas surgidas devido à pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Confira as oportunidades:

01/2020 – PMTO – QPE: Aluno-Soldado – Clarinetes Bb (8); Aluno-Soldado – Sax Alto Eb (1); Aluno-Soldado – Sax Tenor Bb (2); Aluno-Soldado – Trompete Bb (3); Aluno-Soldado – Trombone Bb (3); Aluno-Soldado – Euphonium C (1); Aluno-Soldado – Tuba Bb/C (2); Aluno-Soldado – Bateria/ Percussão (5);
01/2020 – PMTO – QPPM: Aluno-Soldado Masculino (855); Aluno-Soldado Feminino (95);
01/2020 – PMTO – QPS: Aluno-Soldado Técnico em Enfermagem (20); Técnico em Saúde Bucal (5).

Para concorrer, os candidatos devem ter idade mínima de 18 anos, no ato da inclusão na Corporação; ter idade máxima, no ato da inscrição no concurso público, de 32 anos; ter altura mínima de 1,63m, se do sexo masculino, e 1,60m, se do sexo feminino; ter concluído o ensino médio; estar em dia com as obrigações eleitorais; ter Carteira Nacional de Habilitação (CNH), permissão válida para dirigir ou comprovante de aprovação perante o Departamento Estadual de Trânsito (Detran), no mínimo na categoria “B”; dentre outros requisitos.

O candidato que ingressar na corporação será matriculado como aluno-soldado e durante o período de formação, o subsídio, em valores vigentes, será de R$ 1.665,50, porém, o aluno que obtiver aprovação no curso será promovido ao cargo de Soldado 2ª Classe e terá remuneração prevista de R$ 3.330,99.

Seleção

A seleção dos candidatos será realizada em seis etapas, sendo a primeira delas o exame de conhecimentos e habilidades, mediante a aplicação de prova objetiva e prova de redação, de caráter eliminatório e classificatório; prova prática instrumental, de caráter eliminatório e classificatório; exame de capacidade física, de caráter eliminatório; avaliação psicológica, de caráter eliminatório; avaliação médica e odontológica, de caráter eliminatório; e investigação social e da vida pregressa, de caráter eliminatório.

O conteúdo programático da prova objetiva para Aluno-Soldado QPE será composto por língua portuguesa; atualidades e conhecimentos acerca do estado do Tocantins; raciocínio lógico; normas pertinentes à PMTO; e teoria musical.

Já para Aluno-Soldado QPPM, as questões serão sobre atualidades e conhecimentos acerca do estado do Tocantins; noções de informática; noções de direito; normas relativas à PMTO; e raciocínio lógico.

Por fim, para Aluno-Soldado QPS, o conteúdo programático será composto por questões de língua portuguesa; atualidades e conhecimentos acerca do estado do Tocantins; noções de direito; normas relativas à PMTO; e conhecimento específico da respectiva área técnica.

O prazo de validade dos Concursos Públicos será de dois anos, contados a partir da data de publicação da homologação do resultado final, podendo ser prorrogado, uma única vez, por igual período.