Quantas horas estudar por dia? Veja dicas para aumentar o desempenho!

Quantas horas estudar por dia

Impor uma disciplina de estudos é fundamental para conquistar a sonhada aprovação ou tirar as notas desejas. Entretanto, isso não significa que você deve preencher todo seu dia com horas de dedicação interminável para conseguir atingir os objetivos.

Digamos que você passe dez horas diárias em um curso preparatório. Você tem a aula presencial (das 8 às 12h) e à tarde continua estudando até as 18h. Teoricamente, você estudaria dez horas por dia.

Porém, durante essas dez horas, estão inseridas inúmeras distrações e pausas recorrentes, como por exemplo:

  • um tempo para cafezinho;
  • distrações no celular,
  • uma batida de papo aqui e ali com alguém;
  • interrupções por incidentes inesperados;
  • pausa para refeições;
  • cuidados domésticos;
  • entre outros.

No fim das contas, essas 10 horas se convertem em, no máximo, em 5 horas de estudo efetivo.

O exemplo mostra que mais importante do que quantas tempo estudar por dia é a qualidade do estudo.

Como melhorar a qualidade do estudo?

Portanto, ter uma ferramenta que atue como um planejador de seu desempenho, oriente os melhores caminhos a trilhar e proponha métodos cientificamente comprovados de melhoria no aprendizado — como o método pomodoro ou o ciclo de estudos — pode ser um auxílio e tanto.

E, hoje em dia, existem aplicativos de estudo que podem te auxiliar a:

  • ter mais foco;
  • elaborar um plano de estudo detalhado;
  • organiza conteúdo de forma sistemático em um espaço só para facilitar seu trabalho;
  • e orienta seus esforços de acordo com seus objetivos, não importa qual.

Afinal, quantas horas estudar por dia para atingir meus objetivos?

Vimos que investir em um tempo de estudo de qualidade com concentração e foco é fundamental.

Também salientamos a importância de valorizar outros aspectos da sua vida, como descanso e bem-estar, para potencializar os seus rendimentos e aprendizados.

Dessa forma, fica provado que o volume de tempo gasto estudando, por si só, não é um diferencial para atingir os objetivos. A equação do sucesso é multifatorial e depende também de pontos específicos de sua personalidade para funcionar.